domingo, 8 de outubro de 2017

domingo, 24 de setembro de 2017

Áureos anos !

 ÁUREOS ANOS


Por ela, eu esperei uma eternidade,
por ela, atravessei o infindo oceano,
mas já não sei se a amo de verdade,
ou se ela foi apenas ilusão ou engano !

Por ela, eu sacrifiquei os meus sonhos,
por ela, eu fui ao fundo de uma mina
e venci os demónios mais medonhos,
para fazer dessa mulher a minha sina !

Por ela, eu vou resistindo às tentações
e refreando os apetites mais insanos,
recusando convites e etéreas ilusões

de quem esgrime atributos mundanos
para empolar e suscitar convulsões
que fazem susppirar por aureos anos !


Lud MacMartinson
LMMP
Luxemburgo, 24-09-2017

quinta-feira, 14 de setembro de 2017

Selvagem fiel !

SELVAGEM FIEL

Amor, Paixão, Desejo, Fiel, Fogo, Selvagem, arrebatador, Carinho !

Amor, porque me abandonaste à minha sorte
e no fogo da paixão me reduziste a quase nada?
Agora já não há desejo insano que me reconforte
e de mim faça a mulher que um dia foi tão amada !

Mesmo assim, fiel eternamente serei ao coração,
que, por ápices infinitos, foi fonte de Felicidade !
Que Deus me mantenha a selvagem de eleição
e jamais em mim saciada seja a fome de Liberdade !

Apesar de tudo, eu sonho com algo arrebatador
que à vida insípida devolva a vontade de viver,
para que, nas minhas entranhas insanas, o prazer

com carinho se revolte e venha redimir o amor
que um dia foi meu sonho de ilusão e fez renascer
no meu peito o indelével orgulho de ser Mulher !


Lud MacMartinson
LMMP
Luxemburgo, 14-09-2017

Vida plena !



VIDA PLENA


Feia ou bonita, pouco importa como sou,
o que conta é a vida e para onde eu vou.
porque, se não tive escolha ao nascer,
posso decidir o meu destino de Mulher !

Mulher que sonha e ama tudo o que faz
e, sobretudo, procurando viver em Paz,
cumpre o seu de desígneo de Felicidade,
para ser digna da suprema eternidade !

Por isso, não me julguem pela aparência
ou tão somente pela plastia que me cobre,
porque eu sei que o meu coração é nobre

e merece o melhor da divina essência:
amor e carinho que me libertem a alma
e a serenidade que ilumina e acalma !

Lud MacMartinson
LMMP
Luxemburgo, 14-09-2017

quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Amor sequioso !

AMOR SEQUIOSO

Criatura de Deus eu me sei e me sinto
livre para amar como o coração quiser,
álibis para saciar o meu corpo faminto,
ungindo-me também a alma de prazer !

Dias e noites, hiatos apenas, não minto
incendeiam o desejo insano da mulher,
amante da vida, por vezes eu pressinto
ápices insanos e vontade de me perder !

Livre me quero para amar sem medida,
vivendo meus sonhos com intensidade,
amando cada momento da minha vida,
refém do que me faz bem de verdade!

Esperança carrego e coragem atrevida,
sempre fiel aos valores da eternidade,
serena prossigo a demanda, decidida
a descobrir a chave da minha felicidade !

Neste mundo, sei que há um coração,
talvez mais puro e sofredor que o meu,
onde o amor nasce e jorra a profusão,   
sequioso também de chegar ao Céu !


Lud MacMartinson
LMMP
Luxemburgo, 17-08-2017

quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Viver ressequida !

VIVER RESSEQUIDA


Menina me sinto, quando penso
amar de um jeito meio inocente,
resgatando este desejo imenso,
ígneo e indomável, mas carente !

Longe ou perto, pouco importa,
enquanto durar que eterno seja,
não obstante esta chama morta
e fria, que pelo amor tanto ardeja !

Sincera e leal, segura caminho,
olvidando as agruras desta vida,
amansando a fúria desmedida,

renasço em cada gesto de carinho,
esperando a felicidade prometida
sem a qual eu viverei ressequida !


Lud MacMartinson
LMMP

Luxemburgo, 16-08-2017

segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Faz bem saber !

FAZ BEM SABER

Faz bem saber que a gente
mora no coração de alguém
que caminha à nossa frente
como se não fosse ninguém !

Na sombra, ele vela por nós
como um anjo caído do Céu
para que não estejamos sós
quando a vida só já for breu !

Faz muito bem sentir o amor,
o carinho e a doce admiração
que se entrega em doação

para nos resgatar do pavor,
quando a iníqua sofreguidão
vem e toma conta do coração !


Lud MacMartinson
LMMP
Luxemburgo, 14-08-2017

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Eu me permito II

EU ME PERMITO II


Eu me permito te amar
sem pedir licença
e ingénuo me entregar
como uma criança !

Eu me permito te adorar
como uma divindade
e teu escravo ficar
por toda a eternidade !

Eu me permito ser também
o teu anjo protector
e jamais desfalecer sem

te entregar o meu amor
para que mais ninguém
te ame com tanto ardor !

Lud MacMartinson
LMMP
Luxemburgo, 02-08-2017 

terça-feira, 1 de agosto de 2017

Regeneração !

REGENERAÇÃO


De dia, eu vivo apenas na Esperança 
 de que a noite chegue
para poder, enfim, me levantar !
dia, eu vivo apenas na Esprança
que a noite enfim chegue ,
para poder me levantar !
Sei que sou Mulher, menina, criança,

só espero que não me negue
o desejo que tenho de amar !
Por isso, meu amor, sem tardança
venha e com tesão me pegue
para que eu possa me libertar
deste sentimento horrendo
da morte que sinto, vivendo !

De dia, eu vivo apenas esperando
que a noite venha logo
para saciar esta ansiedade
que me faz viver sonhando
com a hora em que serei fogo
e fonte de indelével felicidade !
Não quero viver, assim amando,
por isso, meu lorde, te rogo:
torna este sonho insano realidade,
para que eu possa me regenerar
e de corpo e alma me entregar !


Lud MacMartinson
LMM
Luxemburgo, 01-08-2018

domingo, 30 de julho de 2017

Prisioneira da Vida !

PRISIONEIRA DA VIDA


Resgate a minha alma e liberte os meus sentidos,
para deixar de me sentir presa e flor ressequida
e poder te amar sem tabus e sem esses pruridos
que me obrigam a viver prisioneira da própria vida !

Onde quer que estiver, pense em mim e me ame,
porque, mesmo longe, o seu abraço eu sentirei :
seja o amigo confidente e no meu peito derrame
todo o carinho e a admiração de você. meu Rei !

Me deixe ser a musa de um poema vivo, sua Mulher
para experimentar a leveza e o encanto da poesia
que liberta, sublima, redime e a alma me extasia,

quando o frenesim, conhecendo o solstício do prazer
e descobrindo a suprema dimensão da alquimia,
me faz esquecer as agruras da vida que tive um dia !


Lud MacMartinson
LMMP
Luxemburgo, 30-07-2017


Praga de Amor !

PRAGA DE AMOR


Como um subdito devotado e fiel,
aqui venho esperar a divina musa
para colher o néctar e doce mel
e saciar esta mente tão confusa,

que de desejo louco se consome,
mas basta um sorriso seu e a fome,
que no meu corpo trémulo alastra,
me aliviar e regenerar a alma gasta !

Como um lobo esfomeado, eu fico
sempre que a bela dama me afaga
com o olhar meigo e doce, tal maga

que o fluxo, em que me mortifico,
faz sublimar, para que, tal adaga,
me liberte de tão inebriante praga !

Lud MacMartinson
LMMP
Luxemburgo, 30-07-2017

Frenesim absoluto !



FRENESIM ABSOLUTO


Intensamente eu quero viver o amor que me resta,
e esquecer tudo o que sofri de maneira tão besta,
porque o meu coração também direito a uma festa,
antes de se trancar de vez para o que não presta !

Voando sobre as nuvens deste desejo tão profano,
sinto o meu corpo arder num frenesim louco e ufano,
como se as minhas entranhas, do deus Vulcano,
fossem o abrigo e a fonte deste desiderato insano !

Livre como uma borboleta num jardim encantado,
assim quero me sentir, quando receber o meu amado
e, de corpo e alma, lhe ofereceu este sagrado fruto !

Que seja eterno, enquanto me permitir o meu fado,
e o fluxo libidinoso, que tão intenso jorra, afogado
num mar de prazer deixe este amor puro e absoluto !


Lud MacMartinson
LMMP
Luxemburgo, 30-07-2017