Lady

Lover Why

sexta-feira, 19 de outubro de 2018

É amor por ti !









É AMOR POR TI


É amor o que por ti eu sinto ao acordar,
quando o meu corpo faminto quer te beijar!
É amor sempre que minto para te deixar
e andar perdido no labirinto do teu olhar !

O meu amor é ingénuo e puro por ti, mulher,
quando vou te procurar para te dar prazer !
É amor que não descuro e quero até morrer 
porque no mundo obscuro és razão de viver!

Pelo teu amor doce apenas e tão somente
eu prossigo esta intrépida e nobre aventura
que por vezes me deixa nostálgico e doente
de tanto me enredar nessa insana loucura

porque, por muito que me doa é, finalmente,
a única permissa da razão que, porventura,
me sustenta de pé e me faz seguir em frente,
para ser digno desse amor que me segura !


Lud MacMartinson
LMMP
Luxemburgo, 19-10-2018

Amor presente !



AMOR PRESENTE


Meu amor acordo contigo no pensamento
e, sorrindo, agradeço ao criador da vida
pelo inesquecível e indelével momento
em que abracei uma mulher tão querida !

Meu amor, eu me entrego de peito aberto,
por favor não machuques o meu coração,
porque em cada dia quando eu desperto
por ti ele começa a bater de pura paixão !

A minha vida não teria sentido sem você,
senhora do tempo e do ar que eu respiro
e do olhar doce e meigo onde me inspiro !

Te adoro de um jeito que nem sei porquê,
a minha alma a tua como gêmea sente
quando o meu amor em ti se faz presente !
 ¨¨

Lud MacMartinson
LMMP
Luxemburgo, 19-10-2018

quinta-feira, 18 de outubro de 2018

Volúpia de Amor !


VOLÚPIA DE AMOR

Os meus lábios dos teus estão sedentos,
amar-te quero em todos os momentos,
resgatando das tuas entranhas a libido
que incandescente jaz no fruto proibido !

Minhas mãos transbordam de carinho
para o teu corpo afagar bem devagarinho
até os teus poros entrarem em ebulição
de tanto beijar o teu regaço com devoção !

Num ápice, em mim se exalta a loucura
que, na tua vulva latejante se soltando
e com avidez o indomável tesão atiçando

me enlouquece e faz perder a compostura
até que o prazer, do solstício se abeirando,
de mim impetuoso se desprende, jorrando !


Lud MacMartinson
LMMP
Luxemburgo, 18-10-2018

Marcada pelo destino !


MARCADA PELO DESTINO


Mulher sofrida e pelo destino marcada,
a vida ela com Esperança vai levando,
réstia de fogo de uma paixão abortada,
ígnea lava lacrada jaz em lume brando.

Agora, com o seu coração cicatrizado,
sinto que nela se solta a doce felina,
sedenta de viver um amor apaixonado
que à Mulher devolva a aura da menina !

Esbelta e sedutora, a corajosa dama
me fascina e o sangue põe em alvoroço,
até que em mim se reacende a chama

do desejo que se alastra sem esforço,
e a alma sequiosa me deixa num drama,
porque amá-la realmente eu não posso !


Lud MacMartinson
LMMP
Luxemburgo,18-10-2018

Abraço fraternal !


ABRAÇO FRATERNAL



Um abraço e nada mais, posso te dar,
para matar saudade do que nunca foi,
mas me ajudou a resistir ao que dói,
de tanto sonhar em vão e não realizar!

 A vida é mesmo assim: perdas e danos,
quimeras e devaneios de uma ilusão
tão intensa que machuca o coração,
quando, no fim, só restam desenganos !

Um abraço de emoção e de carinho
que tanto quis te dar quando, menino,
desejei do teu ninho ser o passarinho !

Apenas um abraço fraternal e divino,
mas tão imaculado como o do anjinho
a quem Deus do amor o fez paladino !


Lud MacMartinson
LMMP
Luxemburgo, 1810-2018

segunda-feira, 15 de outubro de 2018

Aqui me quedo resignado !

AQUI ME QUEDO 
RESIGNADO !


Aqui me quedo, querelando com o coraçao:
de tanto querer o supremo quilate do amor,
comigo carrego anos de nefasta frustração,
que, aos poucos, a vida me deixou sem cor !

Aqui me resigno a ser um bode expiatório
dos devaneios que morreram ressequidos
e das paixões que lançaram no purgatório
os meus amores mais puros, mas proibidos !

Aqui espero que o tempo abrevie o meu fado
o eterno descanso dê ao ingénuo coração,
para que, do sonho liberto, parta sossegado

gozar a ditosa e bem-aventurada redenção!
Aqui aguardo para saber se o meu pecado
será perdoado ou sofrerá uma condenação!


Lud MacMartinson
LMMP
Luxemburgo, 15-10-018


domingo, 14 de outubro de 2018

Última refrega !

ÚLTIMA REFREGA


Num país tropical a doce musa mora,
implorando por um amor intenso
ou uma por paixão avassaladora
que possa saciar seu desejo imenso !

No mundo errando vai e, perdida,
anseia por um oásis no deserto,
onde mergulhada jaz a sua vida,
sem o amor de quem more perto !

Mesmo assim, a dama não desiste
e o seu coração à peleja entrega
com a candura e o frenesi que cega,

quando a saudade a deixa triste !
Por um amor, que liberte, não nega,
a musa afrontaria a última refrega !


Lud MacMartinson
LMMP
Luxemburgo,14-10-2018

Amor sem limites !


AMOR SEM LIMITES



Venha, meu amor, e os desejos me sacie
para que a minha vida triste tenha sentido!
Por favor, no meu corpo insano se delicie
para que nenhum devaneio seja proibido !

Nos meus sonhos apenas quero ser amada
até exorcizar o prazer do fogo da paixão,
para que, no fim da entrega, não reste nada
que me recordar o tempo que vivi na solidão !

Nas minhas entranhas ecoam os espasmos
do frenesim dos teus beijos nos meus seios!
Venha, me ame e possua, soltando os freios,

para que os gozos viscerais virem orgasmos
e, depois de tanto amar, os meus anseios,
saciados ficando, virem plácidos devaneios !

Lud MacMartinson
LMMP
Luxemburgo, 14-10-2018