sexta-feira, 16 de junho de 2017

Memórias Divinas !


MEMÓRIAS DIVINAS

Vivem dentro de mim em doce adoração
memórias que um dia me fizeram sonhar
com uma musa por quem sinto admiração
e. até hoje, mesmo longe, me faz empolar!

Foi por acaso, ou talvez não, que um dia
a retina lânguida se prendeu no seu olhar,
despertando em mim a sagrada alquimia
que hipertenso me deixa e me faz delirar !

Hoje, passados tantos anos, sinto vontade
de ouvir a sua voz e de, acordado, sonhar
com a hora em que a inebriante felicidade
a minha razão quase me fizera dinamitar !

Sei que jamais serei verdadeiramente livre
porque eu vivo refém de outro amor, que tive
e me fez crescer pelo cegueira do sentimento
que quis além da dor cínica e do sofrimento !

Talvez seja meu destino, ou meu fado, viver
prisioneiro do masoquista e indómito prazer
que jamais se libertará do iníquo juramento
que a sagrada tirania amarra no casamento !


Lud MacMartinson
LMMP
Luxemburgo, 16-06-2017

segunda-feira, 5 de junho de 2017

Boneca de Cera (2) !

BONECA DE CERA (2)

De longe, cansada e triste, chegou a musa
que pelos meus versos suspirou um dia,
procurando para a vida insípida e confusa
o elixir que dissipasse a mórbida monotonia !

Como uma ave ferida, já quase sem sangue,
nada me pediu essa mulher atormentada,
e, na poesia refugiando o coração exangue,
menina mimada se sentiu e sorriu aliviada !

Aos poucos o encanto poético se perdeu
e a Mulher a vícios execrandos se rendeu,
ignorando todo o amor que o poeta lhe dera !

Que leve e doce lhe seja o manto de breu
para que a divina Eva não ceda ao camafeu
e a futilidade não a torne uma boneca de cera !


Lud MacMartinson
LMMP
Luxemburgo, 05-06-2017

domingo, 21 de maio de 2017

Perdida no mundo

PERDIDA NO MUNDO


Você vem e logo some
como quem tem fome !
Você me olha e se vai
como uma folha que cai
para ser manto de Outono
e atenuar o frio do dono !

Você aparece e sorri
como se viesse aqui
apenas para seduzir
um franzino colobri
de quem apenas quer
um beijo antes de morrer !

Você quem é afinal?
Uma mulher fatal?
Uma deusa, uma musa
ou uma mulher confusa
que aqui anda iludida
com o amor da sua vida !


Lud MacMartinson
Luxemburgo, 21-05-2017

sábado, 20 de maio de 2017

Corações feridos !


CORAÇÕES FERIDOS


É quando de você eu mais preciso,
que quero que venha e me ame
sem ter medo de perder o juizo
e sobre mim o seu desejo derrame !

Por favor, escute o meu grito atroz
e pense que pode ser o derradeiro !
Depois, o remorso será o seu algoz
e ele ecoará pelo mundo inteiro !

Pouco importa as boas intenções,
os medos e os desejos contidos,
porque, se a vida vive de ilusões,

nada supera os amores proibidos
que se imolam no fogo das paixões
e os pobres corações deixam feridos !


Lud MacMartinson
Luxemburgo, 20-05-2017

sexta-feira, 19 de maio de 2017

Libidinosa Senhora

LIBIDINOSA SENHORA

Senhora de um olhar sublime
ela traz o fascínio no sua retina
donde flameja a aura divina
da sensualidade que tudo redime !

Um segundo basta para sentir
a ígnea alquimia da sedução
que transforma em doce elixir
cada batida sentida do coração !

A febre do desejo se incendeia
e o sangue deixa em alvoroço,
no indómito frenesim da sereia

que, sorrindo, oferece o pescoço
para que eu sinta a maré cheia
da libido que beber não posso !


Lud MacMartinson
Luxemburgo, 19-05-2017

quarta-feira, 17 de maio de 2017

Eterna plenitude !

ETERNA PLENITUDE

                                               
Plenitude, Ansiedade, Esperança, Perfeição, Verdade,
Confiança, Felicidade, Ilusão, Insistência, Coragem


Mulher madura me sinto e na plenitude dos meus predicados,
mesmo quando, no corpo faminto a ansiedade toma conta
dos meus pensamentos e os sentimentos me deixa empolados,
e, de tanto querer atingir a perfeição com a alma fico tonta !

A Fé e a Esperança, moderam e temperam os meus pecados
para que do caminho da verdade os meus passos nunca afaste,
porque, sem confiança em mim, não há mandamentos sagrados
nem tampouco ilusão bastante que a vida de sonho aqui gaste.

Com lealdade e coragem a minha viagem de amor eu prossigo,
sempre à procura da felicidade que desejo e a que tenho direito,
porque sei que nasci para cumprir o desígneo mais-que-perfeito.

Apesar de acreditar de que nada é definitivo,com insistência sigo
a busca inelutável da suprema redenção, porque creio e aceito
a semente da vida eterna que o Criador semeou no meu peito !


Lud MacMartinson
Luxemburgo. 17-05-2017

sábado, 13 de maio de 2017

Carente de Amor




CARENTE DE AMOR


amor  felicidade  carente  verdades  tristeza simplicidade fidelidade



Suspirando por um amor puro trago o meu coração,
tão carente de um pouco de carinho e cumplicidade,
mas dos meus devaneios só se desprende a solidão
que afastando para longe de mim vai a felicidade !

Mulher madura, menina me sinto e sem vaidades
e, por vezes o meu coração parece um adolescente
que não se intimida com o cinismo e as verdades,
porque eu prezo sobretudo a simplicidade da gente.


A Deus e aos meus sentimentos eu jurei fidelidade,
para a minha vida sempre seja uma fonte de amor,
mesmo quando a alma trago carpindo a saudade

dos belos anos e dos momentos em que, com ardor,
o corpo conheceu o frenesi da suprema liberdade,
com aquele que, me seduzindo, me amou com fervor !


Lud MacMartinson
LMMP
Luxemburgo. 13-05-2017

quinta-feira, 11 de maio de 2017

Desperdício de Amor

DESPERDÍCIO DE AMOR


Conheci Encanto Olhos Boca Passeio Viajem Busto Preferência


Juro que serei livre e conhecerei a felicidade,
amando quem dos meus olhos for o encanto,
comungando com fervor a doce simplicidade,
tão indomável sinto o frenesi que amo tanto !


Não sei se será longa a viagem deste desejo,
nem se o que conheci saciará esta demência,
mas, lhe entregando a minha boca, um beijo
langoroso na sua alma selará a preferência !

Pelas margens do seu corpo irei em passeio,
meu busto farto lhe oferecendo em sacrifício,
até que a febre do desejo conheça o solstício

e, os nossos corpos abrasem este devaneio
que, de tanto empolgar os sentidos, virou vício
de amor e agora quer deixar de ser desperdício !

Lud MacMartinson

Luxemburgo, 12-05-2017

segunda-feira, 8 de maio de 2017

domingo, 7 de maio de 2017

Com você vivi ...

COM VOCÊ VIVI

De você, não guardarei nada,
apenas a saudade de ilusão,
que tanto tempo viveu cravada
no mais recôndito do coração !

Por você, fiz muitas loucuras,
que pisaram no limiar da morte
mas não passaram de aventuras
abandonadas a infeliz desnorte !

Com você, vivi horas especiais
que nunca chegaram à plenitude,
mas foram tão transcendentais

que devolveram a dócil quietude
ao medo e às crises existênciais
com que o meu coração se ilude !

Lud MacMartinson - LMMP
Luxemburgo, 07-05-2017 

quarta-feira, 26 de abril de 2017

terça-feira, 25 de abril de 2017

Presa de Amor !

PRESA DE AMOR


Ainda não sei quando irei te abraçar
nem como palpitará o meu coração,
mas se tua boca sequiosa eu beijar,
nada mais conterá a minha emoção...

Resgatando os desejos mais insanos,
olvidaria o tempo perdido no mundo,
entre sonhos, desilusões e enganos 
que o amor trazem em coma profundo !

Eterna será a minha gratidão, mulher,
que agora vieste me seduzir e libertar,
para que no meu corpo sinta o prazer

de viver, amar ou mesmo me apaixonar
por quem, mesmo vivendo só e a sofrer,
com candura se fez presa no meu altar !
      
     
Lud MacMartinson
LMMP
Luxemburgo, 25-04-2017

domingo, 23 de abril de 2017

Amor, Panaceia da Felicidade !


Versos vivos !

VERSOS VIVOS


Preciso te beijar e te namorar em verso,
para que o encanto para sempre continue
e, você sendo a Estrela do meu Universo,
o brilho do teu amor no meu olhar flutue !

Preciso te admirar e te fazer minha dama,
para ser aquele escravo submisso e fiel
que em segredo vem acender a chama
até o desejo escorrer como favo de mel !

Preciso saber você feliz e bem com a vida
para de mim afugentar a tristeza e a dor
que teria se triste te soubesse ou perdida,

vagando errante sem a quem dar o amor
que me fez conhecer o prazer sem medida,
quando na fonte da vida bebi o teu ardor !


Lud MacMartinson
LMMP
Luxemburgo, 23-04-2017

sábado, 22 de abril de 2017

Incondicionalmente !

INCONDICIONALMENTE


Desde sempre eu te amei e incondicionalmente
porque no ápice, em que cruzei o teu olhar ardente,
no coração senti que já te pertenci noutra vida
e agora estou aqui para te adorar e dar guarida !

Coisas do destino, dizem as crenças e as lendas,
que cruzam o divino com as intemporais adendas
ao desígneo de amor total e à nossa felicidade
que nos segue como uma sombra pela etenidade !

Mulher de um sorriso candido, inocente e angelical,
deusa do olimpo dos meus sonhos e doce vestal,
venha logo e me ame quando e do jeito que quiser !

Dama da madrugada, que a minha alma encantas,
seja a lenha e o fogo que arde nas minhas mantas
e me permita exorcizar os seus desejos de Mulher !


Lud MacMartinson
LMMP
Luxemburgo, 22-04-2017

Hipotenusa !

H I P O T E N U S A


Mulher desse olhar tão sublime,
ancorado nas estrelas do Céu,
resgate o amor puro, que redime
e que um dia já sduziu o meu !

Faz tempo que eu sigo perdido,
entre o desânimo e a saudade,
recordando o que deu sentido
à paixão vivida na virtualidade !

Seja a musa do último poema ,
ouse despertar os meus sentidos,
para que os amores proibidos

unam as premissas do teorema
 em que a felicidade é hipotenusa
desta viva tão errante e confusa !

Lud MacMartinson
LMMP
Luxemburgo, 22-04-2017

quinta-feira, 9 de março de 2017

Generosa e pura !

GENEROSA E PURA


Resgate minha alma com fervor,
ouça os gemidos do corpo meu
saberá então o quilate do amor
que nos abrirá as portas do céu !

Ondas de frémito intensas sinto,
liquefeito fervendo dentro de mim,
voraz desejo o teu corpo faminto,
entre a loucura o delírio sem fim !

Resgate ainda a felicidade perdida
e o desígneo devolva à minha vida,
para que, te amando com ternura,

o seu coração cicatrize a ferida
que um dia deixou constrangida
a sua alma tão generosa e pura !


Lud MacMartinson
Barra – Pedra de Itauna, 09-03-2017