terça-feira, 25 de abril de 2017

Presa de Amor !

PRESA DE AMOR


Ainda não sei quando irei te abraçar
nem como palpitará o meu coração,
mas se tua boca sequiosa eu beijar,
nada mais conterá a minha emoção...

Resgatando os desejos mais insanos,
olvidaria o tempo perdido no mundo,
entre sonhos, desilusões e enganos 
que o amor trazem em coma profundo !

Eterna será a minha gratidão, mulher,
que agora vieste me seduzir e libertar,
para que no meu corpo sinta o prazer

de viver, amar ou mesmo me apaixonar
por quem, mesmo vivendo só e a sofrer,
com candura se fez presa no meu altar !
      
     
Lud MacMartinson
LMMP
Luxemburgo, 25-04-2017

Um comentário:

Anônimo disse...

L'âme a ce je ne sais quoi...
Elle fait qu'un simple moment, devienne un trésor de gratitude éternelle.