Lady

terça-feira, 25 de novembro de 2008

Indomável Amor
























Da minha alma jorram estranhas sensações,
que no meu corpo ecoam e se fazem grito,
me deixando prisioneira de tantas ilusões
que, se soltando, viram estrelas do infinito

Meu instinto selvagem de mim se desprende
e me incita a viver a vida sem complexo
Indomável, sei que, se o desejo não se rende,
é porque, para ser feliz, preciso muito de sexo

Do amor o meu coração é a fonte e o abrigo,
onde poderá vir saciar-se e em paz repousar
para, regenerado, do mundo enfrentar o perigo

que a todo o momento espreita e faz vacilar
quem sabe que na vida não há pior castigo
do que ter que viver sem ninguém para amar



Lud MacMartinson - LMP - Luxemburgo

Nenhum comentário: