Lady

quinta-feira, 8 de setembro de 2016

Até ao limite !

ATÉ AO LIMITE

Não posso nem quero morrer
sem conhecer o meu limite
na vida, no amor e no prazer,
até saciar de vez este apetite !

Por isso, me largue e me deixe
prosseguir só o meu caminho !
Seja honesta, não se queixe,
e fique feliz no seu mundinho !

Se Deus me fez, tão arrojado,
impaciente, intrépido sonhador,
foi para cumprir o meu fado !

Com coragem, irei além da dor,
desistindo, morrerei afogado,
no fel do meu próprio amargor  !

Lud MacMartinson
LMMP
Luxemburgo, 08-09-2016

Nenhum comentário: