Lady

Lover Why

domingo, 23 de outubro de 2016

Insana covardia!

INSANA COVARDIA

Por vezes, não sei mais o que fazer
e só sinto vontade de desaparecer
para bem longe e, tal desconhecido,
viver tudo o que me tenho proibido !

Com medo dos outros decepcionar,
deixo de viver o que me faz pulsar
e a lentamente morrer me resigno,
como se o meu amor fosse maligno !

Se esta submissão acabar de vez
com tão mórbida e maldita timidez,
que me obriga a aceitar a apostasia

e a me submeter ao suplício, talvez
um dia eu seja como Deus me fez
e me liberte de tão insana covardia !


Lud MacMartinson
LMMP
Luxemburgo,23-10-2016

quarta-feira, 19 de outubro de 2016

domingo, 2 de outubro de 2016

Implacável Impaciente !

IMPLACÁVEL  IMPACIENTE !

" Não sei quantas almas tenho.
Cada momento mudei.
Continuamente me estranho.
Nunca me vi nem acabei.
De tanto ser, só tenho alma.
Quem tem alma não tem calma. "

Fernando Pessoa


Dizem que sou muito impaciente,
eterno sonhador e um revoltado,
jamais contente nem resignado,
mas eu prefiro ser intransigente
a sobreviver como um invertebrado
ou a morrrer como um indigente !

Também me sei e sinto injustiçado,
mas de princípios firme e valente,
os valores da justiça nunca brado
por mais cruel que seja o meu fado
e o mundo me condene, indiferente
prossigo o meu combate sagrado !

Da humanidade não espero gratidão,
nem honrarias ou reconhecimento,
porque leal sempre serei ao coração,
por mais injusta que seja a condenação
de quem de mim faz um vil julgamento
para dissimular a intrínseca podridão !

Por isso, eu sempre serei implacável
e jamais consentirei que o corrupto
se arme em cínico, covarde e miserável
para dissimular a índole execrável
de quem generoso se faz para, astuto,
poder iludir, reinando como impoluto !


Lud MacMatinson
LMMP
Luxemburgo, 02-10-2016

sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Mortal Trovador

MORTAL TROVADOR

Às centenas de musas inspiradoras
o meu coração amou com ternura !
Tão belas, envolventes e sedutoras
quase derreteram a minha candura !

Desses momentos de cumplicidade
restam agora os versos que escrevi
e que testemunharão com saudade
toda a felicidade que com elas vivi !

Como poeta, sinto que morrerei só,
mas eu não quero que tenham dó
e muito menos chorem por mim,

porque tudo o que amei de verdade
fiel me acompanhará pela eternidade
até o mortal trovador virar querubim !

Lud MacMartinson
LMMP

Luxemburgo, 30-09-2016

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Febre de Amor !

FEBRE DE AMOR

No seu olhar faminto carrega o vazio
do amor intenso que loba no cio a faz,
quando a libido conhece o desvario
e a sofreguidão não a deixa em paz !

Quantos devaneios insanos e desejos
que o corpo lhe empolam com ardor,
lhe pedindo para se afogar nos beijos
que sequioso e febril lhe deixam o amor !

Às noites de insónia já perdeu a conta
e às vezes que quis morrer também;
de tanto se desesperar até ficou tonta

e por pouco não se entregou a quem,
dela abusando, quase a deixou pronta
para a viagem donde ninguém vem !


Lud MacMartinson
LMMP
Luxemburgo, 23-09-2016

sexta-feira, 16 de setembro de 2016

Doce prazer !

DOCE PRAZER


Hoje acordei muito carente,
com saudade de um beijo
que no meu corpo ebuliente
matasse de vez este desejo !

Com este frio, só me apetece
ficar na cama até benm tarde,
pois nenhuma mulher merece
aturar um homem covarde!

Durante anos, eu fui escrava,
amargando os meus enganos,
mas, entre perdas e danos,

a dor, que no peito se grava,
me ajuda a ser mais mulher
e a regenerar o doce prazer !


Lud MacMartinson
LMMP
Luxemburgo, 16-09-2016

Mulher intensa II

MULHER INTENSA


Pouco me importa o tempo que aqui viverei,
porque desta vida não sei se será extensa!
Agora o que mais conta é com quem estarei
a minha vida vivendo plenamente intensa !

No coração guardo com orgulho e gratidão
os ápices mais serenos e sublimes que vivi,
mas foram os momentos insanos da paixão
que me fizeram Mulher e me trouxeram aqui !

Cheia de Esperança e muita Fé, eu acredito
que alguém virá descodificar a cumplicidade
onde guardo o tesão e a doce sensualidade

que, no silêncio do desejo soltará um grito
tão intenso e frenético, que a luz da verdade
nas minhas entranhas fará raiar a Felicidade !


Lud MacMartinson
LMMP
Luxemburgo, 16-09-2016

Cativo Infeliz !

CATIVO INFELIZ

Ai há quanto tempo, por aqui me quedo,
tantas vezes chorando o meu regozijo,
porque, no fundo, eu tenho muito medo
de inopinadamente vir a perder o juizo  !

Por vezes, de tanto amar, até fico cego,
cismando com a miragem do paraíso,
mas, talvez por mera cobardia, não nego,
desisto de pelejar pelo que mais preciso !

Me acomodei à encantadora submissão
e, eu sei, submetendo vou o meu coração
a essa Mulher que se tornou dona de mim !

Anos a fio, eu lutei pela minha redenção,
muito mais por capricho que convicção
e, por isso, dela ficarei cativo até ao fim !


Lud MacMartinson
LMMP
Luxemburgo, 16-09-2016

quinta-feira, 8 de setembro de 2016

Até ao limite !

ATÉ AO LIMITE

Não posso nem quero morrer
sem conhecer o meu limite
na vida, no amor e no prazer,
até saciar de vez este apetite !

Por isso, me largue e me deixe
prosseguir só o meu caminho !
Seja honesta, não se queixe,
e fique feliz no seu mundinho !

Se Deus me fez, tão arrojado,
impaciente, intrépido sonhador,
foi para cumprir o meu fado !

Com coragem, irei além da dor,
desistindo, morrerei afogado,
no fel do meu próprio amargor  !

Lud MacMartinson
LMMP
Luxemburgo, 08-09-2016

quarta-feira, 7 de setembro de 2016

Trinta e cinco anos ...

TRINTA E CINCO ANOS
DE CASAMENTO


Trinca e cinco anos de casado,
mais parece uma eternidade,
para quem sobrevive sufocado
pelo juramento de fidelidade !

Até poderiam ser muitos mais,
se me concedesse a Liberdade
de alguns momentos sensuais
sem tabus em doce intimidade!

Trinta e cinco de casamento
que o tempo teima em manter,
mas que, bem cá por dentro

tanto me dilacera e faz sofrer,
pois não há um só momento
que não tenha medo de morrer !

Lud MacMartinson
LMMP
Luxemburgo, 29-08-2016

terça-feira, 23 de agosto de 2016

Precipício de Amor !

PRECIPÍCIO DE AMOR

Com ela, eu não vejo passar as horas,
por ela, eternas parecem as demoras,
tão bela e angélica entre as senhoras,
para vê-la, no cavalo poria as esporas !

Longe dela, a vida já não tem sentido
e eu me sinto carente e meio perdido,
tão voluptuoso vejo o fruto proibido,
me tentando sem soltar um gemido !

Não sei se aguentarei este suplicio
por muito mais tempo, nem quando
saciarei de vez este indómito vício

que me consume e vai dilacerando.
Sem saber porquê, vejo o precipício
e sinto o fascínio de saltar, voando !


Lud MacMartinson
LMMP
Luxemburgo, 23-08-2016



domingo, 21 de agosto de 2016

Frenesim de Afetividade

FRENESIM DE 
AFETIVIDADE


Neste mundo, me sinto perdida,
mesmo rodeada de muita gente
para quem a minha triste vida
é algo muito banal e indiferente !

Foi preciso conhecer um poeta,
para me sentir mulher sublime
e perceber que o amor é estafeta
que a felicidade na alma imprime !

Só com afeto, carinho e confiança
se constrói uma união de verdade
para abrir as portas da intimidade

e cultivar o amor, com a Esperança
de ver raiar a ígnea sensualidade
no prazeroso frenesim da afetividade !


Lud MacMartinson
LMMP
Luxemburgo, 21-08-2016