Lady

domingo, 26 de outubro de 2008

Gratidão... Mulher, te agradeço...




Mulher, te agradeço 
do fundo do coração 
nem eu sei se mereço 
tamanha atenção, 
mas sem ti apodreço 
nesta sofreguidão 
por isso eu te peço: 
mata logo esta paixão, 
senão me despeço 
e serei amor de perdição, 
tão denso e espesso 
é o breu da solidão. 

Mulher, até pareço 
menino de bibe e pião 
quando amanheço 
e entro em ebulição 
por isso eu te ofereço 
com toda a gratidão 
o jardim onde cresço 
e fico em meditação 
quando me aborreço 
e sofro a desilusão 
porque me esqueço 
que sou imperfeição...


Lud Macmartinson
LMP -Luxemburgo

Nenhum comentário: